Joan Jett & The Blackhearts – I Love Rock And Roll (1981)

Acho que eu ia demorar mais alguns meses até colocar esse álbum no blog, mas como a madame esteve por Sampa e fez o melhor show do Lollapalooza Brasil (ou Rollapaloozer Brasil), resolvi adiantar o expediente e tratar desse discão de rock no capítulo de hoje.

Bom do Brasil virar “Gringa” é que dá pra ver festivais como esse pela TV. Não tenho mais saúde para passar perrengue em festival de rock com 15 atrações meia boca e dois legais.

Aliás, festival nenhum… prefiro os show em casas menores… Nesta próxima semana tem dois que prometem: Damned e Mark Lanegan.

A senhorita Jett está no auge de seus 54 anos e mandando muito bem, os Blackhearts estão afiadíssimos e dando no couro, o que prova que punk rock não envelhece mal.

Nesse seu 3o trabalho solo pós-Runaways, Joan fez seu melhor álbum (adoro o Bad Reputation também, mas I Love é mais coeso), e aqui ela conseguiu seus maiores êxitos, graças a capacidade de transformar músicas desconhecidas antigas e medianas em hinos marcantes: I Love Rock And Roll, uma canção do grupo The Arrows se tornou para sempre no hino do rock Caminhoneiro por excelência! Toscão, descarado, pesado e absurdamente sincero, Joan e I Love Rock And Roll sobreviveram a tudo e todos e levou com uma inabalável convicção sua crença no rock and roll farofa do bem como fonte infinita de diversão e crescimento espiritual.

Outras faixas incríveis deste álbum são: Bits And Pieces, do Dave Clarke Five, e uma das minhas favoritas Love is Pain, além da confessional Be Straight.

Sua carreira dai para frente estacionou, ela não conseguiu fazer nada de espetacular, mas seus shows continuam espetaculares, e graças ao filme sobre sua primeira banda, um público novo e jovem de garotas (garotos tb, por que não) se aproximaram não só das Runaways mas também de Joan e seus Blackhearts.

Confiança e carisma, Joan é mulher com M maiúsculo.

By: J.P Bueno

Anúncios

One Comment on “Joan Jett & The Blackhearts – I Love Rock And Roll (1981)”

  1. Crizeffe disse:

    Falou e disse, J! Tenho certeza de que o show dela foi o melhor do festival. Fiquei com vergonha alheia do descontrol do Dave Grohl, rsrsrs. bj!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s