The Fall – Hex Enduction Hour (1982)

A banda mais sui generis do rock inglês.

A mais prolixa também.

De admirada a odiada de acordo com os ventos de cada momento.

O The Fall é um dos melhores antídotos contra a bundamolice da cena atual. Sempre que um Keane ou um Foster The People cruzar seu caminho, prenda a respiração, conte até 10 e coloque um disco do The Fall pra tocar… causa alivio imediato.

Não dá pra negar que o The Fall produziu um dos mais vastos e inacreditáveis repertórios do rock independente da história do universo, e não respeitar essa história é no mínimo ignorância.

É tão difícil escolher um disco dos caras, principalmente quando se tem pelo menos meia dúzia de álbuns espetaculares.

Hoje o meu favorito é o Hex…

Há alguns meses o Dragnet circulou em altíssima rotação no tocador de CDS aqui de casa assim como Grotesque voltou a circular mais intensamente, mas os dois são mais manjados então vou pular.

Hex carrega em si o DNA da banda ou mais precisamente de seu líder e mentor, o esquentadinho e pouco amigável Mark E. Smith. Vocais grunhidos, resmungados e indecifráveis na maior parte do tempo vem acompanhados de guitarras cruas e rasgadas que vão costurando riffs desordenados, logo estes que virariam uma marca e influenciaria um monte de gente do rock independente dali em diante.

Mas a melhor coisa do The Fall e não só desse disco em especial, foi a escolha dos timbres para gravar os instrumentos, principalmente as baterias. Graças a Deus eles não optaram pela estética vigente na época, que foi responsável por demolir da eternidade quase 80% das músicas gravadas entre 1982 e 1987.

To falando daquelas baterias com timbre de folha de papel almaço, sabe?

Em Hex, essa obscesão por sons poderosos levou Mark a gravar o som de duas baterias simultâneas, cujo resultado é um peso mais salutar a sonoridade cínica do The Fall.

Rock sujo, barulhento e esquisito. Como todo rock independente deveria ser, pena que esse não seja mais o objetivo dos atuais músicos independentes ingleses.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s