Count Basie & His Orchestra – April In Paris (1956)

Pura alegria.

Ouvir esse disco é encontrar em notas musicais o que seria algo mais parecido com a alegria pura, sem amarras e inocente possíveis e existentes nesse mundo.

Ou em outros mundos.

A capa do disco mostra Count em sua faceta mais simpática possível, ao entregar flores a senhora francesa, possivelmente em algum café de Paris, ele tenta mostrar sua gratidão ao pais e ao povo que acolheu logo após a segunda metade do século XX os músicos de jazz e blues americanos com reverencias e honrarias que eles nunca tiveram em sua própria pátria.

Afinal, jazz e blues nos EUA é prata da casa. Todo mundo escutava, mas não ficava pagando esse pau todo.

Já conhecemos o resto da figura, certo?

Mas nada disso tem a ver com a França.

O álbum foi gravado em Nova York e é tido como o principal registro desse genial instrumentista, bandleader e pioneiro do jazz nos anos 30 e 40.

O disco captura Count na ponta dos cascos, com um repertório próximo da perfeição.

Alegria pura e genuína transformada em musica.

Enjoy with no reservation.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s