Paulinho e Seu Conjunto – Um Passeio Musical (1958)

Tudo no Brasil acontece por acaso.

Por acaso, um sujeito chamado Pacifico Mascarenhas, compositor mineiro, queria ter suas músicas gravadas, mas nenhuma gravadora queria ou se importava para o que esse mineiro queria.

Com isso posto, o homem veio pro Rio de Janeiro, contratou uma banda, pagou as horas de estúdio, a masterização e a fabricação independente de uma tiragem desses LPs, voltou para Belo Horizonte e os lançou por conta própria.

Hoje em dia, isso é a regra, mas em 1959 isso significava o mesmo que fabricar um carro por conta própria e botar pra vender.

Sem querer, Pacífico fez o primeiro disco independente da música brasileira.

A obra é um sofisticado e bem tramado conjunto de sambas-canção com toques de música romântica tipicamente brasileira, seresteira e bonita, tocado com tarimba por bons músicos de bar e de estúdios cariocas.

Não por acaso, esse belo disco foi relançado em 2011 pelo valoroso selo Discobertas e passamos a conhecer a história de um brasileiro que não ficou sentado esperando a banda passar e teve seu momento de brilho.

Anúncios

One Comment on “Paulinho e Seu Conjunto – Um Passeio Musical (1958)”

  1. Uma das relíquias sonoras do Brasil.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s