Bach, Johann Sebastian – Concertos Para Violino BWV 1041-42-43 (1971)

IMG_20150720_193118906

Mais um Bach pra resenhar.

Melhor, mais um Bach pra escutar.

Dizer que escutar Bach faz bem pra saúde é muito clichê, mas o dia parece ter sido pintado com outras cores quando sua música grandiosa passou por algum momento do meu dia.

Não sei se existe algum estudo que diga respeito a essa propriedade terapêutica do compositor alemão no que diz respeito a reconstituição de dignidade, alegria profunda e esperança pra enfrentar o dia-a-dia, mas se não existe ainda, tá na hora.

Apesar de estar de férias e hoje ser uma segunda-feira, a depressão da segunda-feira é certeira e vem mesmo, mas com Bach e o fato de lembrar que estou de férias concertaram o negócio todo e o dia não poderia ter sido mais auspicioso.

Hoje escutei os dois LPS do Bach na sequencia, não podia ter feito algo melhor do meu dia. Bons ventos sopraram no meu rosto depois da audição atenta dessas obras.

É sério!

Bem, esses Concertos, dentro da obra do compositor não costuma figurar como a mais importante ou a mais sofisticada ou mais complexa ou mais importante, mas trata-se de um concerto doce, melodioso e com forte influencia do barroco italiano, em especial Vivaldi.

Meu conhecimento me permite chegar até aqui, mais do que isso é chute wikipedia.

Gosto muito de concertos com Violino, mas Cellos são minhas cordas favoritas no quesito música clássica, em especial quando são quartetos de cordas e aqui temos uma peça com poucos instrumentos, o que traz aquela sensação de intimidade diante do assombro da obra de Bach e que mesmo no mais simples e mais doce, ainda sim é impressionante.

Não é imortal a toa!

Tão imortal quanto o rum quatemalteca que me acompanha enquanto escrevo é a certeza que minha fé na humanidade, apesar de frágil e capenga, se vale porque nós tivemos a capacidade de trazer ao mundo seres como Bach, que fez a graça de nos deixar algumas das mais bonitas e poderosas melodias que o ouvido humano é capaz de registrar e compreender.

Deus não me faça surdo na velhice, pois acho que sei que Bach me fará muita companhia quando eu desistir de vez de ouvir rock.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s