Benito di Paula – Gravado Ao Vivo (1974)

IMG_20150818_214149870

Quer ver um cara muito cool é o Benito de Paula.

Basicamente tem a mesma efigie e pinta desde que me conheço por gente. Ternos espalhafatosos, gravata borboleta, bigode, cabelo de jogador de futebol argentino sentado ao seu piano tocando seu samba-jóia.

Se nascido na gringa, Benito tivesse nascido, poderia ter tido uma carreira com no mínimo a relevância de um Billie Joel, nessa linha de cantor-compositor pianista com repertorio popular.

Mas quis a sabia natureza do equilíbrio entre forcas, que ele nascesse pras bandas de cá e deixa-se o pianista lá onde está.

E ficamos todos bem com isso.

Pode parecer um detalhe bobo, que hoje em dia ninguém se dá ao trabalho de prestar atenção, mas eu cá com meus botões, me pergunto. Por que diabos chamar um disco de “Gravado Ao Vivo”? O que o homem queria enfatizar com isso? Infelizmente o Sr. Google não nos dá muitas respostas.

Pra quem afirma que tudo o Google sabe, tá ai mais uma que ele não achou…

O que me leva a outra observação importantíssima: quão pouca informação técnica e descritiva a respeito de música brasileira se tem na Net. Será que nossa ignorância é tanta que conhecimento e informações sobre nossas riquezas intelectuais criadas em música vão ficar confinados nas casas, nos envelopes e nas memórias de poucas pessoas?

Só vendo.

O que dizer de Benito? Compositor inspirado e popular, ele criou balanços que deveriam estar tocando nas rádios ate hoje se rádio popular tocasse música popular decente. O lado A desse play é música boa seguida de música boa.

Começa com Além de Tudo, balada que tirando o sincope, poderia ser tocada em qualquer boteco americano por conta das suas cadencias no piano e sacadas muito sofisticadas na escolha das nuances pra onde a musica vai.

Depois dessa jóia, vem o clássico Charlie Brown, se não conhece, procure saber.

Para Olhe e Veja relata de maneira poética um acidente rodoviário e Vou Cantar Vou Sambar é outra preciosidade que só quem é do rolê conseguiria perpetuar.

E pensar que essa joia era música “popular” que o povão ouvia.

Gravado Ao Vivo tem as imperfeições de uma gravação feita no 1.2.3. mas é lindamente executado e cantado com técnica e emoção no volume certo.

Disco sensacional que merecia mais ouvidos nos dias de hoje.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s