The Isley Brothers – Brother, Brother, Brother (1972)

Afirmar com convicção que os Isley Brothers foram o grupo vocal negro mais foda é forçar uma barra meio pesada, mas hoje estou intoxicado pela afinação sem igual dos irmãos Isley e a cada novo álbum que me cai na mão é mais uma aula de canto em conjunto.

Amanhã vai ser outra história, mas como o que vale é hoje, fica valendo o paragrafo acima.

Amanhã pode mudar e Temptations, Ingram Kingdom e Black Ivory tão vindo na cola para tomar esse posto.

Esse é um álbum mais funk, com uma pegada mais pesada e dá um balanço legal ao R&B suave, mas valente dos irmãos.

Som da pesada, se me entende?

Som quebradeira, com baixo dedado, guitarra segurando a base e a bateria fazendo a funça, compreende.