Insight Out – The Association (1967)

IMG_20150707_123145349

Durante um tempo, não tão longo que já não reste testemunhas oculares, nem tão curto que já não represente mais nada as gerações presentes, a música era/foi o ponto de encontro/veiculo ideal para que pessoas criativas e almas torturadas pudessem exprimir suas impressões sobre as transformações do mundo em si mesmas e como elas mesmas devolviam essa transformação para o mundo a sua volta.

E ainda assim, serem remuneradas por isso.

Lá nos anos 60, a explosão do rock deu a música pop a eternidade da juventude que nenhum gênero ainda havia conseguido.

A eterna briga entre maturidade e rebeldia, dava o caldo necessário para escolhermos nosso próximo disco favorito entre outros tantos que por ali saiam.

Essa fervura sessentista, no entanto, não era unanimidade entre as comunidades musicais e tinham os caras que só queriam fazer suas musiquinhas e seguir a vida mais cômoda sem revoluções e nem nada.

O Association foi dessas bandas caretinhas que surgiam para preencher os espaços necessários no boldo roqueiro dos anos 60, mas num modulo mais “família”, que o papai também pudesse gostar.

Nenhum problema, ser jovem não necessariamente signifique ir contra o “Sistema” o tempo inteiro, tem muita gente que gosta do “sistema” e prefere mante-lo como está.

O Association era banda que não tava a fins de inovar em nada, tanto que seu pop quase barroco, barroco no sentido Eleanor Rigby de ser, era leve, gostoso e tinha cara de careta logo no seu nascer.

Não é uma banda lembrada nem festejada hoje em dia, fez sucesso, em especial com a balada Never My Love, que fez um grande sucesso. Outra famosa desse disco é Windy.

Windy é uma perola.

Tudo é leve, o riff de baixo é tocado com delicadeza, o dedilhar do órgão, a flauta e a voz, tudo é sem profundidade, mas delicioso a seu modo. Recentemente, a dualidade de sua letra e essa leveza toda foi tocada em um dos episódios de Breaking Bad, que apresenta uma personagem secundária, que é prostituta e viciada em meta em uma sequencia pesada mostrando seu dia-a-dia entre clientes e seu vicio enquanto a song preenchia o espaço dessa cena monstruosa com ironia.

No fim o Association e esse Insight Out é isso, um disco temporal que não teve muita capacidade de seguir adiante no tempo e ser ainda relevante nos dias de hoje e que de vez em quando é lembrada para preencher um hiato irônico dentro de uma série ou de um comercial de TV.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s