Basta que seja um refrão em Espanhol.

Por: Guilherme Inhesta (A.K.A. Desenho)

slide1

Nesses dias de divergências políticas é impossível esquecer certos ícones latino-americanos que influenciaram nossa cultura tupiniquim como Che, Bolivar, Allende e Mujica. Mas sempre me perguntei sobre a musica de nossos vizinhos, não conhecemos praticamente nada. Na radio e no inconsciente coletivo passam Shakira e Juanez e lá se vão decadas de pop latino sem que nenhum tivesse fincado a nau em nosso litoral musical.

Mas nem tudo esta perdido.

Existe uma banda chamada Francisco El Hombre que vem realizando a proeza de cantar em espanhol e pasmem, fazer com que seu publico cante o seu refrão em espanhol o que para o que vos fala é um deleite.

A banda faz uma fusão de ritmos latinos como Cumbia, Mambo e até mesmo Bolero com o Rock. Lembra-me muito o Los Fabulosos Cadillacs, uma grande banda argentina ainda em atividade.

O que mais me incomoda em relação ao total desconhecimento da música de meus vizinhos é o Soda Stereo. A banda de Buenos Aires é simplesmente a banda de Rock de maior sucesso na America Latina. Para se ter uma idéia eles venderam mais ingressos que o Rolling Stones na Argentina!

Sua obra é recheada de boas composições e uma interessante evolução musical. Foram do New Wave de seus primeiros álbuns até o Grunge dos anos 90. Gustavo Cerati, o vocalista e mentor do Soda tem uma obra solo interessantíssima que captura o Rock/Pop praticado pelo Soda mas adicionado a elementos eletrônicos e até mesmo sinfônicos.

Infelizmente nunca tive a chance de ver nem Gustavo e nem o Soda ao vivo, o que me deixa triste, pois aprendi muito da língua de nossos vizinhos cantando junto com eles. Em uma viagem ao Paraguai vi uma imagem que me deixou emocionado, vi um muro pichado com um trecho da minha letra predileta do trio portenho, a canção Trátame Suavemente:

“No quiero soñar mil veces las mismas cosas
ni contemplarlas sabiamente
quiero que me trates suavemente”

Gustavo nos deixou em 2014, após ficar anos em coma depois de sofrer um AVC em pleno show. Os outros membros Zeta Bosio, baixista da banda, ainda trabalha com música sendo um DJ de live set, produz bandas e é jurado de um show de talentos da TV aberta de Buenos Aires. Carlos Alberto Ficicchia, o baterista é um gênio da internet e segue com a banda Mole, que indicamos como boa opção para uma tarde de sábado.

Gustavo dizia que o amor é uma ponte, quem sabe eu possa com estas palavras mal distribuídas e confusas, criar uma ponte para que você escute um pouco mais do idioma de Cervantes, ou de Borges. Afinal acredito também que devemos usar al amor como un puente.

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s